Home / Geral / Exposição fotográfica destaca o ofício das baianas de acarajé em Salvador

Exposição fotográfica destaca o ofício das baianas de acarajé em Salvador

Compartilhe essa notícia

Um total de 35 imagens feitas por 15 fotógrafas sobre a baiana de acarajé e o seu ofício é o que apresenta a exposição fotográfica “Baianas: iê acarajé, iê abará”, que poderá ser vista pelo público de 8 de novembro a 1º de dezembro. A visitação é gratuita, sempre de terça a domingo, das 14h às 18h, na Fundação Gregório de Mattos.

A exposição “revela a beleza, a riqueza e os encantos da baiana de acarajé, considerada símbolo histórico do Brasil. A mostra, inteiramente concebida e realizada por mulheres, reúne 35 imagens, de 15 fotógrafas que se debruçaram sobre essa personagem, realizadas durante eventos religiosos e festas populares de Salvador”, ressaltaram, em nota, os organizadores da mostra.

“O objetivo da exposição é homenagear as baianas, valorizar estas mulheres que fazem parte da vida da cidade, da história da Bahia. Decidimos fazer a exposição porque achamos importante dar visibilidade à figura da baiana. Fotografar as baianas faz parte da rotina dos fotógrafos e fotógrafas que participam das festas religiosas de Salvador. Como acontece normalmente na Festa da Conceição da Praia, Festa do Bonfim, Festa de Santa Bárbara.  Decidimos fazer uma Exposição com o acervo gerado por estes registros”, contou a fotógrafa Vânia Viana, em entrevista ao Portal Mídia 4P.

“Hoje, muitas baianas sustentam a família com seu trabalho. Suas  receitas, ingredientes, vestimenta e rotinas preservam a herança cultural africana. Hábitos da costa ocidental da África que chegaram até o Brasil e continuam no trabalho das baianas. Parte da nossa história é preservada na figura da baiana”, acrescentou.

Com a curadoria de Júlia Bitencourt, a mostra ‘tem o objetivo de valorizar e preservar a memória das baianas, reconhecidas como patrimônio cultural do Brasil, pelo olhar das fotógrafas”. Participam da exposição as fotógrafas: Ana Kruschewsky, Ivana Coutinho, Isolda Macedo, Janaina Saraceno, Jane Olliosi, Lu Brito, Magali Abreu, Márcia Pinheiro, Marina Lordelo, Marta Suzi, Nayara Rangel, Nilvane Machado, Rejane Alice, Sandra Coelho e Vânia Viana.

Para Júlia, a presença da baiana de acarajé representa um legado histórico da luta feminina que não pode ser esquecido. “As vestimentas brancas, os panos coloridos, os colares de contas, os detalhes e o movimento estão presentes nas imagens de mulheres registradas por mulheres”, conta Júlia Bitencourt.

Os registros datam de 2012 a 2019, de baianas que trabalham na região do Pelourinho e no Porto da Barra. Alguns registros foram feitos objetivando a exposição e outros acompanham a vida de cada uma das fotógrafas. 

LEIA TAMBÉM:

O post Exposição fotográfica destaca o ofício das baianas de acarajé em Salvador apareceu primeiro em Mídia 4P.

Fonte: midia4p.cartacapital.com.br

Faça aqui seu Comentário

Veja Também

Faroeste: Advogado nega que ex-presidente do TJ-BA fará delação premiada

Compartilhe essa notícia A defesa da ex-presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), desembargadora ...

SANDRO RÉGIS DEFENDE INCLUSÃO DE PRODUTOS DERIVADOS DE ÁRVORES FRUTÍFERAS NO ‘SELO ARTE’

Compartilhe essa notícia  A inclusão e regulamentação dos produtos artesanais derivados de árvores frutíferas no ...

ALMADINA: SECRETARIA DE SAÚDE PROMOVE CULTO DE GRATIDÃO

Compartilhe essa notícia Aconteceu nesta quarta-feira (11), às 19h a celebração de um culto de ...

Professora da UESC revela em estudo em que filtros de extinção mediam os efeitos globais da fragmentação de habitat em animais

Compartilhe essa notícia Parque Boa Esperança, fragmento da Mata Atlântica na área urbana de Ilhéus ...

Candidato único, Pastor Tom é eleito presidente do Flu de Feira

Compartilhe essa notícia O deputado estadual Ewerton Carneiro (PSL), mais conhecido como Pastor Tom, foi ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *